Movimento negro, deixe a mulher negra trabalhar e ser feliz!

Não estou querendo com esse discurso fazer divisões, muito pelo contrário, o que quero dizer e que no meu mundo todas são bem vindas!

Aquela que têm amor ao samba, quer fazer parte desta eterna magia, coloque sua fantasia, arrume seu salto alto, malhe o corpão, faça uma boa maquiagem, de um truque no cabelo, coloque um sorriso no rosto e vem ser feliz, mas estejam cientes de uma coisa: por méritos, por desejo da voz divina, as mulatas são as "tops," elas executam com a mais perfeita maestria o samba, o gingado maior pertence a elas, com elas, o babado pega fogo, é um tsunami nos pés com um tufão nos quadris feito com muita postura e elegância, digna de uma rainha, contra fatos não há argumentos.

                                                       Foto: Fabio Robustelli

O Brasil é país onde o estado é laico e temos liberdade de expressão, a palavra mulata já venceu o preconceito há muito tempo, estamos no século XXI, quem quer ofender uma negra, usa outros termos e sabemos muito bem quais.

Existem grupos de negros, racistas com os próprios negros que não aceitam o fato da mulher negra trabalhar de mulata, são verdadeiros capitães do mato, porque, para que, qual objetivo?

"Com seus blogs estilo Téo Pereira da Novela Império, cheio de reclamações, tristezas e melancolias, só sabem espalhar terrorismo, falar mal dos outros e para eles tudo é racismo, enchem as pessoas de ódio, colocam a sociedade uns contra os outros."

Um grande exemplo disso, mesmo antes da “Série Global Sexo e as Negas de Miguel Falabella estrelar, fizeram maior barulho acusando ele de racista, sendo ele um homem integro e profissional inquestionável que sempre deu emprego a nós negros e brancos retratando o subúrbio”.

Vamos abrir a cabeça, a atriz Taís Araujo começou sua carreira fazendo uma escrava e hoje é uma diva da televisão. O espaço para nós já é tão pequeno, não deixe ficar menor.

Deixem as mulheres negras trabalharem pelo amor de Deus. A mulher negra tem vontade própria, a impressão que esses grupos passam, é que nós negros, não temos cérebro e precisamos ser comandados por eles! Eu não, já disse milhões de vezes e repito: “sou uma pessoa inteligente, parem de subestimar minha inteligência.”

Quantas brancas fazem papel medíocre na televisão, nem por isso estão acusando ninguém de racista, chega!

Uma mulher negra quer ser Médica, Juíza ou Advogada que  estude e vai em frente, agora outras negras que querem ser Dançarinas, Bailarinas, Modelos, Misses, Passistas/Mulatas, Assistentes de Palco, Atrizes, Panicats ou até mesmo  Funkeiras, estão encontrando dificuldades, porque esses grupos atrapalham suas vidas as julgando o tempo todo e chamando quem da trabalho digno com cachê maravilhoso para elas de racista, ou vocês acham que elas sambam de graça? Ganham cachê por hora de trabalho, coisa que no Brasil é difícil. É por hora!

A mulher negra não é burra, para de tratá-las como ignorantes e coitadinhas, elas sabem o que é preconceito, todos negros sabem, sentimos na pele, se sentirem discriminadas, existem leis contra isso.

Em uma agência de modelos, atrizes, um descobridor de misses e mulatas ou qualquer empresário vai cobrar uma porcentagem sobre trabalhos da mulher negra ou branca, ou vocês acham que vão isentar as negras por conta do racismo no passado, da licença!

Para de ficar falando que isso é racismo! Por isso, muitos empresários, agências, autores de novelas e etc; não querem trabalhar com mulher negra, desculpem a expressão, é um saco.

Uma palavra não julga ninguém, cada mulher é responsável pelo seu próprio marketing, suas atitudes perante a vida e mercado de trabalho é que vai dizer quem ela é.

Nós mesmos somos responsáveis por dar uma tapa na cara do preconceito e fazer das nossas vidas felizes ou ficar lembrando o tempo todo da escravidão e usar isso como desculpa para nosso fracasso.


0 comentários: