Mulatólogo reprova vinheta do carnaval Globeleza 2014

Finalmente a tão esperada vinheta Globeleza protagonizada pela modelo Nayara Justino, eleita por voto popular no Fantástico foi ar neste domingo.



Desde sua eleição, como maior especialista no assunto, sempre fiz oposição à moça por não acreditar que ela não tinha a mínima chance de fazer um bom trabalho, e pelo visto, não estava errado, a gravação foi um fiasco, com índices altíssimos de rejeição popular, no site RDI, em uma enquete aberta ao público, à musa aparece com 60% de rejeição, seu vídeo no You Tube de maior acesso, soma até a data de hoje 16.789 visualizações dos quais 29 apenas gostaram, 59 não gostaram e 90% dos comentários ridicularizam a modelo e o trabalho feito pela emissora. Muitos pedem a volta de Valéria Valensa, eterna Globeleza.

Realmente é inacreditável que uma emissora reconhecida no exterior pelas grandes produções de novelas, seu setor jornalístico super premiado e até mesmo reconhecida pelas transmissões do carnaval brasileiro, realize um trabalho tão primário em todos os sentidos.Totalmente despreparada, a impressão que temos ao assistir a vinheta é que estamos diante de uma robô tentando sambar, seu rosto totalmente sem expressão com olhar estático mesmo na mudança de ângulo da câmera, a boca meio aberta sem naturalidade, não soube levar os braços, suas pernas pareciam amarradas, a mesma não tem a mínima postura de sambista, mesmo magra, ela conseguiu pagar celulite e nem mesmo o esforço do pessoal da edição conseguiu esconder suas falhas. Ao invés do público ver um trabalho igual ou melhor que aquele promovido pela brilhante parceria entre Hans Donner e Valéria Valensa, o que assistimos foi à volta da era da cola, tinta e purpurina, um verdadeiro horror.



Recebi muitos comentários, inclusive de amigos Globais, que este era o trabalho da minha vida, agradeço ao carinho de todos, mas eu discordo totalmente, pois meu trabalho é descobrir e trabalhar com as verdadeiras profissionais do samba e não modelo.