Gracyanne Barbosa critica Carnaval de São Paulo


Rainha de bateria da Unidos de Vila Isabel, a dançarina Gracyanne Barbosa criticou, instantes antes de entrar na Marquês de Sapucaí, a falta de empolgação do público que acompanha as escolas de samba em São Paulo: "Os dois carnavais, do Rio e de São Paulo, são bons, mas em São Paulo falta um pouco a participação das pessoas". Sem a presença do namorado Belo, que estará admirando a amada do camarote, a musa disse que apesar do peso da fantasia toda feita em cristais e com enormes plumas azuis, não sente qualquer desconforto na hora de sambar diante dos ritmistas.

Para desestressar e garantir uma performance perfeita, Gracyanne foi à academia de musculação e fez uma massagem relaxante antes de começar a se preparar para a entrada da Vila Isabel.

Questionada sobre a opulência das musas de bateria diante da tão condenada magreza de modelos de passarela, Gracyanne afirmou que existe espaço para todos os padrões. "Tudo funciona no samba, desde que se passe energia. Pode ser magrinha, mais cheinha ou gostosinha, tanto faz".

0 comentários: